NEWSLETTER

Email:
Telefone:
 

ENQUETE

(Janeiro/2017) O que afeta mais a produtividade de sua estufa?

CLIMA (ex: muito calor ou muito frio)

PRAGAS OU DOENÇAS (ex: insetos ou fungos)

ÁGUA (ex: disponibilidade hídrica local escassa)

OUTROS FATORES (comente pelo e-mail contato@revistahidroponia.com.br)

NADA (em caso de condições apropriadas de cultivo)
















































































GlOSSÁRIO


A terminologia usada na Hidroponia é esclarecida aqui. Desejamos desmistificar o texto científico, facilitar o entendimento, promover conhecimento e, principalmente, facilitar que as experiências sejam levadas para o campo da aplicação. O conhecimento compartilhado de forma acessível impacta no desenvolvimento do setor, estimula investimentos e alavanca resultados.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X Z

A

  • Ácido: Solução com pH inferior à 7.
  • Acúleos: Formação espinhosa na epiderme do vegetal que se solta facilmente da planta.
  • Aeração: Suprir as raízes com oxigênio. Ventilação ou renovação do ar em ambiente fechado.
  • Aeroponia: Técnica de Hidroponia onde a solução nutritiva é aspergida na forma de nuvem diretamente às raízes. Utilizada principalmente em Hidroponia vertical.
  • Água salobra: (Ou sulforosa) é aquela que tem mais sais dissolvidos que a água doce e menos que a água do mar. Pode resultar da mistura da água do mar com água doce, como em estuários, ou pode ocorrer em aquíferos. Certas atividades humanas podem produzir água salobra, como em represas. Tecnicamente, considera-se água salobra a que possui entre 0,5 e 30 gramas de sal por litro. A água salobra é típica dos estuários e resulta da mistura da água do rio correspondente com a água do mar. Também se encontra água salobra de origem fóssil em certos aquíferos associados a rochas salinas.
  • Alcalino: Qualidade da solução nutritiva com um pH acima de 7.
  • Aliáceas : (Ou Allioideae) é uma subfamília de plantas da ordem Asparagales, composta por 795 espécies, distribuídas em 20 gêneros. O grupo inclui plantas terrestres, perenes ou anuais, herbáceas, normalmente bulbosas, com caule subterrâneo do tipo bolbo tunicado simples (cebola) ou composto (alho). As espécies que a integram são facilmente reconhecíveis pelo odor característico, por suas folhas macias e carnudas e pela inflorescência umbeliforme na extremidade de um escapo, com flores pequenas de ovário súpero. Principais culturas: cebola, alho, alho-francês, chalota, cebolinho, cebolinha comum.
  • Alporquia: Técnica de multiplicação de plantas em que é induzida a raiz em um ponto do caule,baixo dele, ou folha, produzindo nova muda.
  • Altura manométrica: A altura correspondente de uma coluna de água.
  • Amido: É um polissacarídeo, sintetizado pelos vegetais para ser utilizado como reserva energética. Usado como alimento.
  • Asteráceas : Asteraceae é a família botânica com o maior número de espécies entre as Magnoliophytas. É também conhecida por Compositae - ou compostas. São aproximadamente 50.000 espécies, divididas em 900 gêneros. Muitas espécies são usadas no cultivo devido ao seu valor biológico, algumas também são consideradas plantas desgranhadoras. Principais culturas: alface, chicória, escarola, alcachofra, cardo-hortense, escorcioneira, estragão, absinto, girassol, crisântemo e margarida.
  • Axila: É o ângulo formado através da junção da folha com o ramo ou do próprio ramo com outro ramo.

B

  • Bactérias: São organismos microscópicos unicelulares simples que não possuem núcleo. Podem causar doenças.
  • Baga: Em botânica, a baga é o tipo mais comum de fruto carnudo simples, no qual a parede do ovário inteiro amadurece em um pericarpo comestível. Exemplo: morango, framboesa, mirtilo, groselha, amora silvestre e cranberry.
  • Boro: Micronutriente utilizado na Hidroponia. É um elemento químico de símbolo B, número atômico 5 com massa atômica 11 u. É um sólido na temperatura ambiente, classificado como semimetal ou metaloide, semicondutor, trivalente que existe abundantemente no mineral bórax.
  • Botrytis: Botryotinia é um gênero de fungo ascomicetes que produz várias doenças vegetais. A maioria das formas anamórficas de Botryotinia estão incluídas no gênero de fungos imperfeitos Botrytis. O gênero contêm 22 espécies e um híbrido.
  • Bráctea: As brácteas são folhas mais ou menos modificadas,dispostas na vizinhança das flores, podendo apresentar coloração viva evariada. As brácteas têm dimensões muito menores que as folhas comuns.Exemplos: Antúrio, Copo de leite, dente de leão, entre outras. Brácteas, não são flores
  • Brassicáceas: Brassicaceaes (antes designadas Cruciferae - crucíferas) constituem uma família botânica composta por 350 gêneros e 3.200 espécies. São plantas de grande importância para a alimentação humana e produção de óleos e gorduras vegetais. São cultivadas praticamente no mundo todo, mas a maioria das espécies é originária da Europa. Principais culturas: repolho, couve-de-bruxelas, couve-flor, brócolis, couve-rábano, couve chinesa, nabo, nabiça, couve-nabo, rutabaga, rabanete, agrião-do-rio, agrião-de-horta, astruço, rúcula, mostarda.
  • Brix: Índice utilizado para aferir a qualidade de hortaliças de frutos, especialmente tomate. Pode ser medido pelo refratômetro. Refere-se ao teor de sólidos solúveis (açúcares) contidos na planta. Assim, quanto maior o teor total de açúcares, ou brix, mais saboroso o fruto.
  • Broto: Brotos ou rebentos são as partes visíveis de plantas em estágios iniciais de desenvolvimento, no geral, consistindo de um caule em desenvolvimento e folhas.

C

  • Cálcio: O cálcio é um elementoquímico, símbolo Ca, de número atômico e massa atômica 40 u. Utilizadono crescimento, divisão celular e parte da parede celular.
  • Calha auto-compensadora: Equipamentopara produção de hortaliças no sistema de capilaridade, com substrato. Produtoinédito no mundo.
  • Cálice: Conjuntode sépalas de uma flor
  • Canaleta: Tipo de cano PVC que se assemelhaao perfil hidropônico. Cano com depressão (vala).
  • Capilaridade: É a propriedade dos fluidos de subir ou descer emtubos muito finos.
  • Carbono: O carbono é um elemento químico, símbolo C, número atômico6, massa atômica 12 u, sólido à temperatura ambiente. É o pilar básico da química orgânica, seconhecem cerca de 10 milhões de compostos de carbono, e forma parte de todos osseres vivos.
  • Cercospora: Cercóspora sf (gr kérkos, cauda+esporo) Bot Gênero (Cercospora) artificial taxonômico de fungos imperfeitos da família das Demaciáceas, que são parasitas de folhas, com espórios compridos, delgados, multisseptados.
  • Chalota: As chalotas, ou "échalotes" são repletas de sabor e aroma, sendo deliciosas servidas sozinhas ou como acompanhamento de diversos pratos, e também utilizadas para temperar assados, grelhados e saladas. No fundo, têm as mesmas aplicações do que a cebola, porém com um sabor mais suave e menos ?picante?. A chalota é uma planta originária da Ásia Central. O seu nome deriva de ?Ascalão? ou ?Ascalona?, uma cidade do Distrito Sul de Israel, situada a norte da Faixa de Gaza, de onde foi trazida para França há muitos séculos, por altura das Cruzadas cristãs. Por isso mesmo, o seu uso na culinária francesa está muito disseminado, sendo com frequência designadas por ?cebolinhas francesas?. São também comuns na cozinha iraniana e de todo o Sudeste Asiático, em países como a Tailândia, Indonésia, Malásia, Brunei, Singapura e Índia.
  • Ciclo da planta: É o clico de vida de uma planta, do nascer até o morrer.
  • Cloro: O cloro um elemento químico, símbolo Cl de número atômico17 com massa atômica 35,5 u, encontrado em temperatura ambiente no estadogasoso. Cloro é aplicado principalmente na purificação de águas.
  • Clorofila: Responsávelpela cor verde das plantas.
  • Clorose: A clorose, em botânica, é a condição de uma planta, em queas suas folhas não produzem suficiente clorofila.
  • Clorótico: adj. Relativo à clorose. Atacado de clorose.
  • Cobalto: O cobalto é um elemento químico, símbolo Co, númeroatômico 27 e massa atômica 59 encontrado em temperatura ambiente no estadosólido.
  • Cobre: O cobre é um elemento químico de símbolo Cu, númeroatômico 29 e de massa atômica 63,6. À temperatura ambiente o cobre encontra-seno estado sólido.
  • Colmo: Colmo é um tipo de caule encontrado nas gramíneas como:cana-de-açúcar, milho, arroz, bambu.
  • Coluna d'água: Alturamanométrica - É a altura correspondente de uma coluna d'água.
  • Condutivímetro: Instrumentoque mede a quantidade de íons dissolvidos na solução. Fornece o grau deconcentração.
  • Conidióforos: adj (conídio+foro) Bot Que produz, ou é portador de conídios. sm 1 Ramo especializado, ereto e aéreo, do micélio de um fungo, que produz conídios sucessivos por obstrição. Cogumelo na fase em que tem conídios. Qualquer estrutura que produz conídios.
  • Cucurbitáceas: Família de plantas dicotiledóneas, herbáceas, de haste rastejante e frequentemente com gavinhas de sustentação.Incluem mais de 800 espécies diferentes e são normalmente de crescimento rápido e perenes. Apresentam talos grandes, não lenhosos, com gavinhas enroladas em espiral, e os frutos consistem numa casca, maisou menos resistente, que envolve uma polpa suculenta e sementes abundantes. São aproveitados sobretudo para aalimentação humana, para fins medicinais ou ornamentais, ou ainda para a produção de fibras, como por a abóbora, o melão, a meloa, a melancia, a cabaça e o pepino.

D

  • Declividade: É a inclinação da superfície do terreno em relação à horizontal, ou seja, a relação entre a diferença de altura entre dois pontos e a distância horizontal entre esses pontos. É dada pelo ângulo de inclinação (zenital) da superfície do terreno em relação à horizontal. Os valores de declividade podem variar de 0° a 90°, e podem também ser expressos em porcentagem.
  • DFT: Chamado"Deep Flow Technique" é similar ao NFT, a diferença é que ao invés deuma lâmina, o perfil fica inundado enquanto entra solução por um lado eesgotando pelo outro. O "floating" é um DFT e exige um alto grau deoxigenação.
  • Dióxido de Carbono: É um composto químico constituído por dois átomos deoxigênio e um átomo de carbono. A representação química é CO2.
  • Drenagem: É o ato de escoar as águas de terrenos encharcados, pormeio de tubos, túneis, canais, valas e fossos, sendo possível recorrer amotores como apoio ao escoamento.

E

  • Ebb&Flow ou Inunda &Esgota: Estatécnica se faz inundando a área das raízes com a solução e após um tempoesgota-se a solução de volta para o reservatório. Pode ser usado com substrato,mas acaba levando sujeira para o reservatório.
  • Edafoclimáticas: Se refere as características definidas através de fatores do meio tais como o clima, o relevo, a litologia, a temperatura, a umidade do ar, a radiação, o tipo de solo, o vento, a composição atmosférica e a precipitação pluvial. As condições edafoclimáticas são relativas à influência dos solos nos seres vivos, em particular nos organismos do reino vegetal, incluindo o uso da terra pelo homem, a fim de estimular o crescimento das plantas.
  • Encostia: Espéciede enxertia em que se unem dois ramos previamente descascados. O mesmo que"aproximação".
  • Enxerto / Enxertia: Aenxertia é a união dos tecidos de duas plantas, geralmente de diferentesespécies, passando a formar uma planta com duas partes.
  • Enxofre: É um elemento químico de símbolo S, número atômico e de massa atômica 32.À temperatura ambiente, o enxofre encontra-se no estado sólido. É um não-metalinsípido e inodoro, facilmente reconhecido na forma de cristais amarelos queocorrem em diversos minerais de sulfito e sulfato, ou mesmo em sua forma pura(especialmente em regiões vulcânicas). O enxofre é um elemento químicoessencial para todos os organismos vivos, sendo constituinte importante demuitos aminoácidos. É utilizado em fertilizantes, além de ser constituinte dapólvora, de medicamentos laxantes, de palitos de fósforos e de inseticidas. Asplantas absorvem o enxofre do solo como íon sulfato, e algumas bactériasutilizam o sulfeto de hidrogênio da água como doadores de elétrons num processosimilar a uma fotossíntese primitiva.
  • Epífita: Plantas que vivem sobre outras plantas.
  • Ergonomia: A disciplina científica relacionada ao entendimento das interações entreseres humanos e outros elementos de um sistema. Os ergonomistas contribuem para o projeto e avaliação de tarefas, trabalhos, produtos, ambientes e sistemas, afim de torná-los compatíveis com as necessidades, habilidades e limitações das pessoas.
  • Esfagno: É um musgo que consiste em um emaranhado de pequenos e finosgalhos, com diminutas folhas em volta.
  • Esporangióforos: sm (esporângio+foro) Pequena formação do talo do fungo que suporta o esporângio.
  • Esporângios: s.m. Botânica. Saco ou urna produtora dos esporos em muitas plantas criptogâmicas (musgos, mofos, algas etc.).
  • Esporo: São as unidades de reprodução das plantas. São tambémdenominados esporos as formas latentes de muitos animais ou seus embriões, deprotistas e de bactérias.
  • Esporos: Unidades de reprodução das plantas.
  • Esporulação: É a forma de reprodução que consiste na divisão espontânea da célula em quatro elementos, cada um com uma parte do primitivo núcleo.
  • Espuma fenólica: É uma espuma usada para a germinação da semente emmaterial inerte, ou seja, que não interfere na nutrição. A espuma provê boasustentação para a muda, além de ter alta capacidade de retenção de umidade.
  • Estame: O estame é o órgão masculino das plantas que produzemflores: Angiospermas (fanerógamas).
  • Estaquia: Métodode criação de muda através do enraizamento de brotos.
  • Esterilizar: É a tendência de eliminação de todas as bactérias ouredução da população de uma colônia.
  • Estiolar: Enfraquecer; debilitar; perder as forças, a energia.
  • Estiolar: Termo popular para designar o alongamento das folhas. Esticar, encompridar.Geralmente acontece por insuficiência de iluminação.
  • Estresse: É a soma derespostas físicas e mentais causadas por determinados estímulos externos(estressores) e que permitem ao indivíduo (humano, animal ou vegetal) superardeterminadas exigências do meio-ambiente e o desgaste físico e mental causadopor esse processo.

F

  • Ferro: É um elemento químico, símbolo Fe, de número atômico26 e massa atômica 56. À temperaturaambiente, o ferro encontra-se no estado sólido. É extraído da natureza sob aforma de minério de ferro que, depois de passado para o estágio de ferro-gusa,através de processos de transformação, é usado na forma de lingotes.Adicionando-se carbono dá-se origem a várias formas de aço. É o metal de transição mais abundante dacrosta terrestre, e quarto de todos os elementos. Também é abundante noUniverso, havendo-se encontrados meteoritos que contêm este elemento. O ferro éencontrado em numerosos minerais.
  • Fertilizante: São compostos químicos que visam suprir as deficiências em substâncias vitais à sobrevivência dos vegetais. São aplicados na agriculturacom o intuito de melhorar a produção.
  • Fertirrigação: A fertirrigação é uma técnica de adubação que utiliza aágua de irrigação para levar nutrientes ao solo cultivado.
  • Fibra de coco, lá de rocha: Vem das fibras das rochas minerais vulcânicas (calcário/basalto), areia lavada e substratos vegetais
  • Filiformes: Diz-se dos órgãos dos animais ou das plantas quando são delgados como um fio.
  • Flagelos: A apêndices das células vivas, em forma de filamentos, que servem para a sua locomoção (no caso de organismos unicelulares flagelados) ou para promover o movimento da água ou outros fluidos no interior do organismo, quer no processo da alimentação, quer na excreção.
  • Floating ou Piscina: É um tipo de hidroponia, em que as plantas flutuam em placas de isopor em enormes tanques cheios de solução nutritiva. Exige muita técnica, a implantação é dealto custo, pois exige uma oxigenação muito grande para não afogar as raízes. Além disso, a grande área exposta dificulta o controle. Não é viável para plantas grandes ou de ciclo longo.
  • Fósforo: É um elemento químico de símbolo P, número atômico 15 (15 prótons e15 elétrons)e massa atômica igual a 31. O fósforo é o único macronutriente que não existe na atmosfera, se não unicamente em forma sólida nas rochas. Ao mineralizar-se, é captado pelas raízes das plantas e se incorpora a cadeia trófica dos consumidores, devolvendo ao solo, nosexcrementos ou através da morte.
  • Fotoperíodo: É um termo usado na botânica e descreve os efeitos e adaptações de plantas ao fotoperíodo, que representa o comprimento de um dia e consiste na duração do período de luz de um determinado lugar, dependendo da altitude e da estação do ano. Incluído no fotoperíodo está o período de luz útil, que designa a duração da qual a intensidade luminosa é maior que o limiar de compensação fotossintética.
  • Fotossíntese: É um processo fisioquímico realizado pelos vegetaisclorofilados. Estes seres sintetizam dióxido de carbono e água, obtendoglicose, celulose e amido através de energia luminosa.
  • Fungicida: É um pesticida que destrói ou inibe a ação dos fungos quegeralmente atacam as plantas.
  • Fungo: Os fungos são seres vivos eucarióticos, com um só núcleo. São micro-organismos tais como as leveduras ebolores, bem como os mais familiares cogumelos.
  • Fuste: Fuste é a parteda coluna entre o capitel e a base. O fuste pode ser monolítico ou serconstituído por diversas pedras chamadas tambores.

G

  • Gamopétala: É uma flor em que as pétalas são soldadas entre si. Em alguns casos as gamopétalas podem aparentar uma só pétala cilíndrica. No caso das plantas da família Asteraceae, cada "pétala" aparente e vistosa são cinco pétalas unidas (gamopétalas) de uma das pequenas flores que formam a inflorescência.
  • Gás Carbônico: É um composto químico constituído por dois átomos deoxigênio e um átomo de carbono. A representação química é CO2. O carbono é um elemento básico na composiçãodos organismos, tornando-o indispensável para a vida no planeta.
  • Gavinha: As gavinhas são normalmente ramos ou folhas modificadas,mas podem ter origem em qualquer órgão aéreo da planta, inclusive flores.
  • Germinação: Processoinicial do crescimento de uma planta a partir de um corpo em estado de vidalatente, que pode ser uma semente ou um esporo ou de um animal, protista oubactéria a partir de uma forma enquistada.
  • Germinativo: adj. Relativo a germe, a germinação. Poder germinativo, diz-se da faculdade que tem o grão maduro de germinar, desde que se encontre em meio favorável. (O poder germinativo pode ser expresso em percentagem e diminuir com o tempo).

H

  • Halófita: São plantas que, sendo essencialmente terrestres, estãoadaptadas a viverem no mar ou próximo dele, sendo tolerantes à salinidade.
  • Heliófita: Espécie vegetal intolerante ao sombreamento que necessitade muita luz para o seu estabelecimento e desenvolvimento.
  • Hialinos: adj. Que tem a transparência ou aspecto de vidro.
  • Híbrido: Vegetal que resulta do cruzamento de espécies diferentes.
  • Hidrófilo: adjetivo.Que gosta de água. Que é ávido de água, que absorve a água.
  • Hidrogênio: O hidrogênio é o mais abundante dos elementos químicos,constituindo aproximadamente 75% da massa elementar do Universo.
  • Higrófita: Planta que se adapta a ambientes aquáticos.
  • Higrômetro: Instrumentopara medir o grau de umidade relativa do ambiente.
  • Higroscópico: Qualidadede alta absorção de líquido.
  • Hissopo: (Hyssopus officinalis) é uma planta que pode atingir de 20 cm a 1 m de altura, com flores que podem ser de cor violeta, rosa ou branca. Bastante apreciada como planta ornamental em jardins, sendo que suas flores atraem abelhas e borboletas, é também uma planta cultivada para fins medicinais e para o uso de suas folhas e flores como tempero. Seu sabor é forte e algo amargo, apresentando um intenso e agradável aroma de menta, o que faz com que suas folhas sejam usadas apenas em pequenas quantidades em saladas ou como tempero para outros pratos.
  • Hortaliça: É a planta herbácea da qual uma ou mais partes são utilizadas como alimento na sua forma natural. A hortaliça é designada: verdura, quando utilizadas as partes verdes; legume, quando utilizado o fruto ou a semente, especialmente das leguminosas e, raízes, tubérculos e rizomas, quando são utilizadas as partes subterrâneas.
  • Horticultura: É a disciplina científica que estuda as técnicas de produção econômica de plantas que abrange sub-disciplinas como: Fruticultura (que estuda a produção de fruteiras), Floricultura(que estuda a produção de flores ornamentais ou de uso terapêutico); Silvicultura(que estuda a produção de árvores para diversos fins); Paisagismo(que planeja os desenhos, zoneamento, e dinâmica em parques e jardins) e a Olericultura, que estuda a produção de hortaliças
  • Humus: Matériaescura e fértil composta da decomposição de plantas e ou animais. O humusformaa porção orgânica do solo.

I

  • in vitro: Refere-se ao que está fora de um organismo ou aos fenômenos que são observados no laboratório em tubo de ensaio.
  • Inerte: Um corpo que não reage quimicamente.
  • Insumo: É o produto necessário para o cultivo, como semente e sais para soluçãonutritiva.

L

  • Lanternins: São aberturas, dispostas na cobertura de estufas, para propiciarem ventilação e iluminação naturais dos ambientes. O funcionamento dos lanternins é devido à diferença de densidade do ar ambiental ao ganhar calor.
  • Levístico: (Levisticum officinale) é a planta, as folhas e sementes ou frutas que são utilizadas para dar sabor aos alimentos, especialmente da Cozinha do sul da europa. É uma planta perene que mede de 3 a 9 pés e lembra vagamente o salsão ou aipo na aparência e no sabor. É às vezes chamada de pequena idade, mas essa expressão é mais própria ao aipo.
  • Lisanto: É o nome popular de uma planta da família das Gentianáceas, originária dos Estados Unidos e do México. Produz flores grandes, muito vistosas, duráveis, delicadas, de coloração branca, azul, rosa ou violeta. É muito cultivada e comercializada como flor-de-corte. Também é chamada de genciana-do-prado.O nome científico do lisianto pode ser: - Eustoma Grandiflorum - Eustoma Andrewsii - Bilamista Grandiflorum
  • Lúmen: É aunidade de medida de fluxo luminoso.

M

  • Macronutrientes: São nutrientes necessários ao organismo diariamente e emgrandes quantidades.
  • Magnésio: É um elemento químico de símbolo Mg de número atômico 12com massa atômica 24 u. Recentes pesquisas indicam o Magnésio como responsávelpor retardar o envelhecimento celular, além de ser responsável por inúmerasfunções metabólicas intracelulares. O magnésio é importante para a vida, tantoanimal como vegetal. A clorofila é uma substância complexa deporfirina-magnésio que intervém na fotossíntese.
  • Manganês: É um elemento químico, símbolo Mn, número atômico 25 emassa atômica 55 u, sólido em temperatura ambiente. É um elemento químico essencial para todas asformas de vida, nas quais tem funções tanto estruturais quanto enzimáticas.
  • Micronutrientes: São nutrientes necessários para a manutenção do organismo,embora sejam requeridos em pequenas quantidades, de miligramas a microgramas.Fazem parte deste grupo as vitaminas e os minerais.
  • Molibdênio: É um elemento químico de símbolo Mo de número atômico 42 ede massa atômica igual a 96. A deficiência de molibdênio no organismo pode produzirgraves problemas, porém é encontrado em todos os alimentos tornando estadeficiência muito rara.
  • mS/cm: MiliSiemenspor centímetro: unidade de medida de condutividade elétrica. Utilizada nahidroponia para medir a concentração da solução e assim ter uma idéiadaquantidade de nutriente na solução.
  • Muda: Faseda planta no início do crescimento, logo após a germinação.
  • Multisseptados: adj (multi+septo+ado) Biol. Com divisões numerosas.

N

  • Nabiça: Planta herbácea, da família das Brassicáceas, afim do nabo, de que se aproveitam as folhas e que é cultivada em Portugal. Rama de nabo que ainda não atingiu desenvolvimento completo.
  • Necrose: Necrose é o estado de morte de um tecido ou parte dele emum organismo vivo.
  • NFT: Técnica de Fluxo Laminar de Nutrientes (NFT). O NFT é osistema de cultivo hidropônico mais utilizado do Brasil. Mais de 97% dosprodutores o utilizam, mas a técnica não pára de crescer.
  • Níquel: É um elemento químico de símbolo Ni de número atômico 28 (28 prótons e 28 elétrons ) e de massa atômica 58,7. O níquel tem papel biológico parecido com o ferro por serem muitopróximos.
  • Nitrogênio: É um elementoquímico com símbolo N, número atômico 7 e número de massa 14. O nitrogênio é oelemento que as plantas necessitam em maior quantidade. É um macronutrienteprimário ou nobre.

O

  • Olericultura: Estuda a produção de hortaliças,que abrange a exploração de hortaliças e que engloba um grande número de espécies plantas, como as folhosas, raízes, bulbos, tubérculos, frutos diversos e partes comestíveis de plantas.
  • Orgânico: Composto,derivado ou relacionado a organismos vivos.
  • Osmose: A osmose é o nome dado ao movimento da água entre meioscom concentrações diferentes de solutos, separados por uma membranasemipermeável.
  • Oxigenação: A oxigenação da solução se faz misturando-se ar através de borbulhamento ou da instalação de um sistema tipo "venturi".
  • Oxigênio: É a capacidade química de oxigenar-se, ou seja, receber oxigênio.
  • Ozonização: Método de tratamento de água que visa eliminar micro-organismos nocivos pela adição de gás ozônio à água. Em geral, o ozônio é gerado no interior do filtro de água por meio de um dispositivo eletrolítico.

P

  • Parasita: São organismos que vivem em associação com outros aosquais retiram os meios para a sua sobrevivência, normalmente prejudicando oorganismo hospedeiro, um processo conhecido por parasitismo.
  • Patogênica: Do mesmo significado de patógeno. Que se refere à patogenia.Que possui propriedades capazes de induzir o aparecimento de doenças.
  • Patógeno: Agente biológico capaz de causar doenças.
  • Patógeno: Qualquerelemento que pode causar doença à planta, como um fungo, vírus ou bactéria.Pode ser disseminado no pó da terra ou por meio de insetos.
  • Peagâmetro: Instrumentodigital utilizado para medir o nível do pH na solução.
  • Pecíolo: É um caule que fica entre a bainha e o limbo ou lâmina dasfolhas das plantas vasculares.
  • Pedilúvio: Recipiente de alvenaria contendo sulfato de cobre, formol e água, para a limpeza dos pés antes de entrar nas estufas.
  • Peletização: Peletização é a aplicação de um revestimento rígido e seco que visa modificar individualmente o formato e o tamanho das sementes, tornando-as esféricas. Este processo tem a finalidade de facilitar o manuseio de sementes ou permitir a utilização de semeadoras mecânicas de precisão, reduzindo grandemente o consumo de semente e o gasto com mão-de-obra para o desbaste das plântulas excedentes.
  • Peletização: A peletização é um processo mecânico, onde ocorre aaglomeração de pequenas partículas através do calor úmido e da pressão de umaprensa de pelete em partículas grandes. Basicamente é uma combinação decondicionamento, compactação e resfriamento.
  • Pepônio: s.m. Fruto das cucurbitáceas, de mesocarpo volumoso e grande cavidade cheia de placentas com muitas sementes, como a abóbora.
  • Percolação: É a infiltração da água abaixo do nível onde existem raízes e perda de água porinfiltração. Estas águas formarão lençóis freáticos.
  • Percolar: Capacidadedo líquido de atravessar um determinado meio, através de um meio sólido parafiltrar ou para fazer a extração de substâncias desse meio
  • Perene: Plantaque tem o seu ciclo de vida muito longo. Vegetal que vive mais de dois anos,geralmente florescendo todos os anos.
  • Perfil Base: Operfil base serve para substituir a madeira. Pode ser utilizado na confecção decavaletes para as bancadas e travessas para as estufas. Fabricado em polipropileno especial, resistente, sendo lavável, durável e dispensa pintura.
  • Perfil hidropônico: Tipode canaleta especial para utilização em hidroponia no sistema NFT.
  • pH: O pH refere-se a uma medida que indica se uma soluçãolíquida é ácida (pH < 7, a25 °C),neutra (pH = 7, a25 °C),ou básica/alcalina (pH > 7, a 25°C).
  • Pistilo: Órgão sexual feminino da flor.
  • Plântula: É o embrião vegetal já desenvolvido, que acabou de germinar.
  • Polipropileno: É um polímero ou plástico, derivado do propenooupropileno e reciclável. Ele pode ser identificado em materiais através dosímbolo triangular de reciclável, com um número "5" por dentro e asletras "PP". O polipropileno é um tipo de plástico que pode sermoldado usando apenas aquecimento, ou seja, é um termoplástico.
  • Potássio: O potássio é um elemento químico de símbolo K, númeroatômico 19, metal alcalino, de massa atômica 39. É um elemento químicoessencial para o homem, encontrado em muitas hortaliças, e essencial para ocrescimento das plantas.
  • PP: Abreviaçãode polipropileno.
  • Precipitado: A precipitação é a formação de um sólido durante a reaçãoquímica. O sólido formado na reação química é chamado de precipitado. Isso podeocorrer quando a substância insolúvel, o precipitado, é formada na soluçãodevido à reação química ou quando a solução foi supersaturada por um composto.
  • Pseudobaga: Uma pseudobaga ou baga epigínica é um tipo de pseudofruto que se encontra em algumas espécies vegetais com ovário ínfero, ao contrário das bagas verdadeiras. Nestas espécies, o tubo floral (incluindo a base das sépalas, pétalas, e estames) desenvolve-se em conjunto com o ovário, durante a frutificação. Exemplos: Banana, família das cucurbitáceas, frutos são também chamados de pepônios; Género Cucumis, como o pepino, meloa e melão, melancia;Género Cucurbita (abóboras).
  • Pythium spp.: Fungos que causam a podridão das raízes.

Q

  • Queima de borda: Problemacaracterizado pelo ressecamento nas bordas das folhas, geralmente ocasionadopor deficiência de Cálcio nesta área. Nem sempre indica falta de Cálcio nasolução nutritiva, mas muitas vezes por falta de ventilação que causa poucaabsorção do Cálcio necessário.
  • Queima de borda: É um tipo de caule que algumas plantas possuem.
  • Quelato: Quelato é um composto químico formadopor um íon metálico ligado por várias ligações covalentes a uma estruturaheterocíclica de compostos orgânicos como aminoácidos, peptídeos oupolissacarídeos.
  • Quenopodiáceas : Chenopodioideae é uma subfamília da Amaranthaceae, de característica monofilética como as demais subfamílias da Amaranthaceae. Inclui cerca de 1.400 espécies, distribuídas por uma centena de gêneros. Principais culturas: espinafre, beterraba de mesa, acelga.

S

  • Sal: Cloreto de Sódio.
  • Seiva: Soluçãonutritiva que circula no interior da planta
  • Semente: Óvulo fecundado, maduro e desenvolvido.
  • Septoriose: Doença que surge nas folhas mais velhas em forma de numerosas manchas circulares ou elíticas que, frequentemente, coalescem, provocando queima desfolha das plantas.
  • Sílica: Fortaleceparedes celulares, aumenta o calor e a tolerância à seca.
  • Sistema radicular: É constituído das raízes, que são órgãos especializados em fixação, absorção, reserva e condução.
  • Sistemas de irrigação intensivos: Sistemas de Irrigação Intensivos normalmente exigem um maior consumo de água, sofremmuitas influencias dos ventos e da insolação (evaporação), prejudicam a areaçãodo solo, exigem altas pressões de funcionamento e vazões altas e portantocustos operacionais altos.
  • Sódio: Utilizadona movimentação de água.
  • Solanáceas : Solanaceae é uma família botânica representada por aproximadamente 2.000 espécies, distribuídas em 95 gêneros. É uma família de grande importância para a alimentação da sociedade. Algumas espécies são venenosas. Principais culturas: batata, tomate, pimentão, berinjela, pepino doce, tabaco.
  • Solução Nutritiva: São os nutrientes necessários à alimentação da plantas dissolvidos em meio aquoso. A solução contém os elementos balanceados de forma a permitir o desenvolvimentosaudável da planta, tornando-a mais resistente e com maior qualidade. É a peça-chave do cultivo, composta de água e adubos. É depositada no reservatório e chega diretamente à planta. Ela concentra todos os nutrientes necessários. H2O + N + Fósforo, potássio, CoNa e enxofre.
  • Solúvel: Que pode se dissolver em meio líquido.
  • Substrato: Material utilizado como meio de crescimento das plantas, onde se desenvolvem as raízes mais comuns.
  • Substrato inerte: Compostoque substitui a terra na fixação de plantas, e não contribui para a suaalimentação. Pode ter composições variadas.

T

  • Telas anti-afídeos: São confeccionadas com mono filamentos de PE (polietileno de alta densidade PEHD) , e por serem leves, de fácil manuseio e corte, essas telas são bastante utilizadas em proteções estufas de mudas de diversas plantações, e também para cultura de diversas plantas, como tomates, etc.
  • Temporizador ou"timer": Aparelhoque controla a bomba ligando-a e desligando-a.
  • Transpiração: Transpiraçãoé a água que evapora das plantas quando se dá o processo de fotossíntese.
  • Transplantar: Éretirar a planta de um perfil menor ou berçário e colocar no perfil maior.
  • Tubérculo: Cauleou raiz grossa, subterrânea, rica em substâncias nutritivas.
  • Tubo coletor: Éa tubulação que recolhe a solução nutritiva nas bancadas e leva de volta para oreservatório.
  • Tubo condutor: Tubulaçãoque vai do reservatório até as bancadas para a entrada da solução nutritiva.

U

  • Ultravioleta ou UV: Emissãode luz de comprimento muito curto, fora do espectro visível. Filtrar oultravioleta pode trazer benefícios às plantas.
  • Umidade relativa: Razãoentre a quantidade de água no ar e a quantidade máxima de água que o ar podeabsorver na mesma temperatura.

V

  • Velocidade teórica de um líquido: Velocidadeteórica de um líquido é função da diferença de altura entre o inicio e o finalda linha e do dobro da aceleração da gravidade (2g).
  • Vermiculita: É um mineral formado por hidratação de certos minerais basálticos, com fórmula química(MgFe,Al)3(Al,Si)4O10(OH)2.4H2O. Sofre expansão quando lhe é aplicado calor.Possui alta capacidade de troca catiônica e é utilizada comercialmente,principalmente em sua forma expandida na construção civil e na agricultura.
  • Verniculita: Mineral da família das argilas.

X

  • Xerófita: É nome que sedá aos vegetais que desenvolvem uma estrutura especial como o reforço dasparedes celulares, com grande presença de tecidos mecânicos, e adaptação pararesistir às secas, integrando um tipo de vegetação comum nas paisagensxeromorfas.

Z

  • Zinco: Partede enzimas e usado nos hormônios responsáveis pelo crescimento de folhas eraízes.
  • Zoidogâmico: Planta polinizada por animais.
  • Zoósporos: Esporos móveis, providos de flagelos, produzidos por algas e fungos.

R

  • Radicular: adj. Botânica. Que pertence ou que diz respeito à raiz. Pressão radicular, pressão exercida pelas raízes, que favorece a ascensão da seiva bruta.