NEWSLETTER

Email:
Telefone:
 

ENQUETE

(Janeiro/2017) O que afeta mais a produtividade de sua estufa?

CLIMA (ex: muito calor ou muito frio)

PRAGAS OU DOENÇAS (ex: insetos ou fungos)

ÁGUA (ex: disponibilidade hídrica local escassa)

OUTROS FATORES (comente pelo e-mail contato@revistahidroponia.com.br)

NADA (em caso de condições apropriadas de cultivo)
















































































LINKS INTERESSANTES


Esta seção se destina exclusivamente a divulgar entidades, instituições, entes públicos e centros de pesquisa parceiros, além de veículos de outros países que também abordem o tema.

A Revista Hidroponia oferece espaço gratuito para estes parceiros como forma de estimular a interação dentro da cadeia.

 

 

Associação Brasileira de Hidroponia

Representa os produtores do sistema hidropônico, defende seus interesses e contribui no desenvolvimento de novas tecnologias. Articular em favor do setor é outra missão assumida pela entidade, com base em suas ações e nos conceitos de sustentabilidade inerentes ao cultivo sem solo.

Link: www.abhidroponia.com.br 

 

 

 

LabHidro

Foi o primeiro Laboratório de Hidroponia do Brasil - é inteiramente focado em cultivo hidropônico e, também, em cultivo protegido. Produtores, empresas, escolas e universidades de vários pontos do país são beneficiados.

A experiência acumulada na "Horta Hidropônica" da Universidade Federal de Santa Catarina teve início em 1997. Hoje, o mundo acompanha as novidades obtidas pela equipe do LabHidro.

Link: www.labhidro.cca.ufsc.br

 

 

Escola Bom Pastor

Localizada no município de Nova Petrópolis, mais precisamente na localidade de Linha Brasil, a Escola Bom Pastor se destaca no contexto regional, pela educação orientada à formação profissional. Atualmente, a instituição oferece à comunidade quatro cursos técnicos: Agropecuária, Meio Ambiente, Paisagismo e Agrimensura, além de Ensino Médio. O técnico em Agropecuária pode ser feito concomitante ao Ensino Médio. As demais opções podem ser realizadas na modalidade pós-médio. A escola conta ainda com internato masculino e feminino para os alunos que frequentam o curso técnico e o ensino médio, também disponibiliza a estrutura de hospedagem para os estudantes dos cursos técnicos que acontecem nos finais de semana.

Com uma proposta pedagógica que estimula o ensino construtivo e cooperativo, a Escola Bom Pastor se destaca na formação voltada para a autonomia, cidadania e ao trabalho. Esses princípios surgiram a partir dos primeiros imigrantes alemães que se instalaram na Linha Brasil, a partir de 1860. Foram eles que criaram a Schullgemeinde – escola, igreja e casa do trabalhador, núcleo que deu início à Escola Bom Pastor. Na década de 1920, o ensino na comunidade foi impulsionado graças à chegada do Pastor Paulo Evers, que propôs uma visão empreendedora à educação. Na década de sessenta, o religioso criou o Curso Técnico Agrícola, para levar aos agricultores novas formas de cultivo e permitir um maior desenvolvimento da região.

O tempo demonstrou que a semente plantada no passado tem dado bons frutos. Hoje, a Escola se dedica ao ensino de jovens e adultos que querem fazer do trabalho na terra uma fonte de renda e que compreendam a necessidade de cuidar do meio ambiente. Além disso, por meio do ensino técnico, a escola atende as necessidades contemporâneas: de formação de recursos humanos qualificados e com valores humanísticos bem alicerçados.

Outra característica da Escola Bom Pastor é a sua excelente infraestrutura. Pelas especificidades dos cursos, ela conta com viveiro de produção de mudas, horta, pomar, lavoura, gado leiteiro, ovelhas, aves de postura. Além da finalidade de produção, essa estrutura atende a interesses didáticos, que permitem o desenvolvimento das aulas práticas dos cursos técnicos.

Em busca do uso de tecnologias de produção mais eficientes e seguras, implementamos, na escola, um projeto de cultivo hidropônico e semi hidropônico, onde entre outras vantagens podemos destacar o princípio da segurança na produção de alimentos, por se tratar de uma produção mais limpa, pois uma planta bem nutrida com  irrigação controlada, na medida e na hora certa, proporciona um maior controle na umidade o que se traduz numa redução de doenças causadas por fungos, que por sua vez pode representar uma redução de até 70% na aplicação de controles químicos, levando a uma produção mais limpa e lucrativa, na comparação com os cultivos de  céu aberto.

Outras vantagens que podem ser destacadas neste sistema de cultivo:

Facilidade na realização do manejo e tratos culturais, controlando o desperdício de água;

Facilidade no controle nutricional das culturas, minimizando as perdas de nutrientes;

A colheita fica estendida por aproximadamente 02 meses em relação aos cultivos de campo aberto;

Garante uma melhor periodicidade na produção e no fornecimento dos produtos hortigranjeiros;

Minimiza os efeitos da entressafra inibindo a falta de produção e contribuindo na regulagem dos preços;

A implantação deste novo sistema de cultivo tem servido de estímulo e contribuído de maneira significativa no sentido de agregar conhecimento prático aos nossos alunos do curso Técnico em Agropecuária.

Linkwww.escolabompastor.com.br  

 

 

ABRASEM - Associação Brasileira de Sementes e Mudas

Sociedade civil sem fins lucrativos, que representa, assiste, orienta e une os comerciantes de sementes e mudas de todo o Brasil. Reúne empresas que representam mais de 80% do mercado interno de sementes e mudas de hortaliças, flores e ornamentais do país; sendo que mais de 95% das empresas de sementes de hortaliças presentes no Brasil são associadas.

Link: www.abcsem.com.br